BLOGGER TEMPLATES - TWITTER BACKGROUNDS »

1º PRÊMIO RECEBIDO DO VEJABLOG - MELHORES BLOGS DO BRASIL

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil BLOG ESIOPOETA

SEGUIDORES

ACESSOS

contador de acesso

ROMARIA PIRAPORA 2013 - ESIOPOETA E AMIGOS

CLIQUE PARA LER O NOVO LIVRO DE SONETOS DE ESIOPOETA- CONTEMPLAÇÃO

COQUETEL DE LANÇAMENTO DO LIVRO DE SONETOS APRENDIZ DA PALAVRA DO POETA ESIO

RECEBA ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Entre com seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

16 de junho de 2013

Correio Elegante



Início de minha Juventude, coisa de 45 passados anos, as festas populares, principalmente as Festas Juninas,  um atrativo para nós eram os Correios Elegante.
Receber um deles dava um prazer ao coração que fazia o mesmo bater mais forte dentro do peito. Eu mesmo enviei e recebi muitos deles. Depois quis registrar essa lembrança fazendo os versos abaixo. São versos trescalantes de juventude, estava eu com 24 anos, por isso espero que compreendam esse arroubo de juventude e puro e inocente lirismo.

           
                                       ***
        
                    Esio Antonio Pezzato



                 Eu me recordo, querida,
                O início de nossa vida
                Terna, pura e cativante;
                Um olhar meigo e bonito,
                Depois, um versinho escrito
                Em um Correio Elegante...

               Não me esqueço aquela festa
               Em que no coreto a orquestra
               Tocava lindos dobrados...
               Eu te flertava sorrindo,
               E teu sorriso tão lindo
               Punha no ar versos doirados...

              Depois, em passeios, juntos,
              Falamos doces assuntos
              Que no coração ecoava...
              E tu, cantando dizias,
              Nas mais formosas poesias,
              Tudo o que te apaixonava.

             Calado, eu te ouvir atento;
             Não perdia um movimento
             Do teu trejeito brejeiro...
             E a só dizia comigo:
            “Quero estar sempre contigo,
             Quero ser teu companheiro...” 

            Mas não fui só eu amigo...
            Na minh’alma fiz o abrigo
            Para o Amor que florescia...
            E cantei – doce quimera! –
           A Estação da Primavera
           Que no meu peito nascia.

           Depois o primeiro beijo,
           A sensação do desejo
          Brotando no mundo d’alma...
          – A ternura de um sorriso,
          O viver do Paraíso
          E uma vida sempre calma.

          ...........................................
         ...........................................

        Um dia, numa outra festa
        Em que no coreto a orquestra
        Tocava um dobrado ebriante,
        Vi o fim da minha vida,
        Pois me deste a despedida
       Em um Correio Elegante...

      14.06.1977

0 COMENTE AQUI:

Minha Ana Maria e Sissi

Apresentação Poema "O Evangelho Segundo Judas Ish-Kiriot" Loja Maçônica Acácia Barbarense

ARQUIVO

PESQUISAR ESTE BLOG

..