BLOGGER TEMPLATES - TWITTER BACKGROUNDS »

1º PRÊMIO RECEBIDO DO VEJABLOG - MELHORES BLOGS DO BRASIL

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil BLOG ESIOPOETA

SEGUIDORES

ACESSOS

contador de acesso

ROMARIA PIRAPORA 2013 - ESIOPOETA E AMIGOS

CLIQUE PARA LER O NOVO LIVRO DE SONETOS DE ESIOPOETA- CONTEMPLAÇÃO

COQUETEL DE LANÇAMENTO DO LIVRO DE SONETOS APRENDIZ DA PALAVRA DO POETA ESIO

RECEBA ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Entre com seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

21 de julho de 2010




Camping Casarão
(Itu)


Choveu a semana inteira,
Mas hoje – imenso farol! –
A manhã brilha faceira
Nos mais escondidos cantos,
E entre aleluias e encantos
Soberano brilha o sol!

As cores da Natureza
Revibram suas raízes...
Parece que há, com certeza,
Nesta paisagem tão bela,
Um pintor pondo na tela
Cores de várias matizes.

Nas árvores verdejantes
Numa explosão que seduz,
Aves em árias amantes
Solfejam seus cantos vários:
– Ticões, coleiros, canários
Ficam ciscando na luz.

O dia de sol é lindo!...
Os garrulos das crianças
Deixam o mundo sorrindo.
Num passo leve, perdido,
Ponho o passo distraído
Indo buscar esperanças...

A vida se faz mais bela
Numa conversa informal!
Como imensa caravela
A navegar no infinito,
A nuvens – no azul bonito! –
Levam Colombo ou Cabral!?

Com olhos abertos sonho
E a vista se contagia
Por este vale risonho.
Neste recanto de terra
A panorâmica erra
Nas rimas de uma poesia.

O espírito às vagas anda
E fora do corpo sai...
Perdidos pela varanda
Os olhos seguem captando
A imagem sem onde ou quando
Da tarde que lenta, cai...

E o som minh’alma consola
E para longe vagueia
Uma perdida viola
N’algum recanto escondida,
Parece que põe mais vida
Na tarde que devaneia.

Recorda uma cachoeira
Fazendo chuá, chuá...
Porém, no pátio de areia
Lerdo e tardo tico-tico
Faz o meu mundo mais rico
Onde mil riquezas há.

Na sua simplicidade
Come o arroz que lhe ofereço...
E traz-me a felicidade
Como se fosse preciso,
Pois aqui é o Paraíso
Onde a vida não tem preço.

Me tira deste revide
Deste acordado sonhar
O João Baptista Athayde,
Que chega em seu alvoroço
E me chama para o almoço
Só para depois – vadiar...

Vêm o Geraldo e a Thitaka,
O Eidi, a Naomi, o Adriano,
Simone armando a barraca
Vai fazendo enorme festa...
– É uma algazarra de orquestra
Em cada final de ano!

Eu mais a Ana Maria
Em meio a tanto prazer,
Passamos dia após dia
Na diversão mais completa:
Ela me faz mais Poeta
Com mais ânsias de viver.

Esio, meu Filho, sorrindo,
(Nada existe aqui que o queixe)
Com seu sorriso mais lindo
Vive preso na alegria,
Pois volta da pescaria
Sempre trazendo um bom peixe!

A alegria fulge n’alma
E a carrega de ilusão.
Do silêncio brota a calma
E o verso num rumo escampo
Brota nos vales do campo
Que é o Camping Casarão!

O Marcus, seu proprietário,
Neste recanto encantado
Põe luz ao nosso fadário
E então – Poeta em retiro, –
Passo os dias em suspiro
Completamente inspirado.

No restaurante a Francisca,
André, Zé Carlos, Gabriel,
E a turma toda petisca
Nesta alegria sonora:
– E no viver de cada hora
O prazer nos é fiel!

E a conversa solta corre
Nesta sem fim alegria...
O lerdismo aos poucos morre
Na tarde abafada, lenta...
E minh’alma sonolenta
Bota fim nesta poesia.

07.01.2000


Esio Antonio Pezzato

0 COMENTE AQUI:

Minha Ana Maria e Sissi

Apresentação Poema "O Evangelho Segundo Judas Ish-Kiriot" Loja Maçônica Acácia Barbarense

ARQUIVO

PESQUISAR ESTE BLOG

..