BLOGGER TEMPLATES - TWITTER BACKGROUNDS »

1º PRÊMIO RECEBIDO DO VEJABLOG - MELHORES BLOGS DO BRASIL

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil BLOG ESIOPOETA

SEGUIDORES

ACESSOS

contador de acesso

ROMARIA PIRAPORA 2013 - ESIOPOETA E AMIGOS

CLIQUE PARA LER O NOVO LIVRO DE SONETOS DE ESIOPOETA- CONTEMPLAÇÃO

COQUETEL DE LANÇAMENTO DO LIVRO DE SONETOS APRENDIZ DA PALAVRA DO POETA ESIO

RECEBA ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Entre com seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

8 de novembro de 2011

CRÔNICA - JOSÉ LUIZ GUIDOTTI



Conheci José Luís Guidotti nas Romarias a Pirapora, coisa de mais de trinta anos passados. Ficamos amigos e diversos anos depois seus filhos passaram a me acompanhar na Semana-Santa nas estradas.
Nossa amizade de estrada tomou rumo citadino e sempre estávamos juntos. E fui conhecendo mais o Zé Luís, como era chamado. E fiquei sabendo coisas por muito ignoradas. Exemplo: foi eleito Vereador em nossa cidade, em 1964, com um volume de votos em percentagem eleitoral que deixaria os nossos campeões de votos no Legislativo até então, assustados, com seu potencial tendo pouco mais de 20 anos de idade.
Zé Luís não era piracicabano. Era limeirense. Mas era tão piracicabano que por tudo o que fez seria merecedor de mais honrarias em nossa cidade, mas isso também não teve importância em sua vida. Um tanto breve, por sinal.
E Zé Luís foi Vereador, Chefe de Gabinete de seu tio Luciano Guidotti, Chefe de Gabinete do Governador,
Comerciante, Árbitro de Futebol de primeira linha, na Federação Paulista de Futebol, Conselheiro e Presidente de nosso glorioso Esporte Clube XV de Novembro, sócio-fundador do Nauti Clube, sócio-fundador de também Presidente do Panathon Clube, Romeiro de Pirapora e Navegador de nossos Rios.

Certa vez me contou seu sonho: sair de barco aqui de Piracicaba e ir até a foz do Rio Plata. Achei uma loucura Sem tamanho...
Mas imbuído de seu sonho, foi conhecer e estudar as Cartas Náuticas do trecho a ser percorrido: 3200km. Estudou muito, pesquisou, compilou e saiu em busca de amigos para tal realização. Gostaria mesmo de fazer uma grande Regata. Encontrou uns 15 amigos entusiasmados com seu projeto, que só não iriam "se chovesse canivete aberto no dia". Empolgado arrumou malas, tralhas, equipamentos, mas a chuva de canivete aberto caiu para todos que haviam se empolgado com sua ideia e prometido
Embarcar nessa tal aventura.
Mas o céu de Zé Luís estava azul e de brigadeiro e em janeiro de 1990, acompanhado por seu filho e outro amigo, apenas, a bordo do Verinha I, nome dado em homenagem à sua mulher, de frente ao Clube Regatas aqui
Em Piracicaba, iniciou sua aventura bandeirante em final de século XX.
Foram 35 dias de viagem nessa colossal Regata! Tal aventura resultou em livro.
Quando de sua publicação, em 1991, eu era Diretor Cultural do Cristóvão Colombo, no salão superior do Palácio Encantado foi feito o lançamento de seu livro-aventura com uma ideia minha: sua filha Kátia deveria vender os livros a bordo do barco Verinha I, utilizado em sua navegação. Subir o barco até o salão superior foi fácil. Descê-lo depois, foi uma epopeia. Mas a noite de autógrafos foi gloriosa para o Zé Luís. Depois seu espírito aventureiro o fez navegar dezenas de outros Rios brasileiros, o que tornou o Zé Luís o maior navegador de água doce no Brasil e um dos maiores do mundo, sendo reconhecido internacionalmente. E também idealizou em nossa cidade, o 1o. Mutirão às margens do rio Piracicaba, para limpar nosso Rio, coisa que acontece até hoje.
Zé, faltou espaço na crônica para dizer mais sobre sua importância em nosso Brasil. Também apressado nas águas da vida você embicou seu barco para Rios Celestes e decidiu ir navegar espaços e namorar estrelas num 12 de junho há alguns anos. Hoje atravessamos o Rio Piracicaba na ponte José Luís Guidotti e saudamos o amigo navegador com saudade.
É isso. Saudade. Zé Luiz.



Esio Antonio Pezzato

0 COMENTE AQUI:

Minha Ana Maria e Sissi

Apresentação Poema "O Evangelho Segundo Judas Ish-Kiriot" Loja Maçônica Acácia Barbarense

ARQUIVO

PESQUISAR ESTE BLOG

..