BLOGGER TEMPLATES - TWITTER BACKGROUNDS »

1º PRÊMIO RECEBIDO DO VEJABLOG - MELHORES BLOGS DO BRASIL

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil BLOG ESIOPOETA

SEGUIDORES

ACESSOS

contador de acesso

ROMARIA PIRAPORA 2013 - ESIOPOETA E AMIGOS

CLIQUE PARA LER O NOVO LIVRO DE SONETOS DE ESIOPOETA- CONTEMPLAÇÃO

COQUETEL DE LANÇAMENTO DO LIVRO DE SONETOS APRENDIZ DA PALAVRA DO POETA ESIO

RECEBA ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Entre com seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

26 de abril de 2010

IN MEMORIAM - SEMEADURA




In Memoriam


Sem ti eu volto para a nossa casa
E uma angústia de morte, me tortura!
Infinita tristeza ora me arrasa
Já que ficaste numa sepultura...

Estás agora na Eternal morada
Onde o Silêncio –tens por companhia;
– Não mais verás o brilho da Alvorada
Nem verás o nascer de um novo dia.

E eras tão moça, eras tão jovem, tudo
Ao teu redor desabrochava em rosas...
– Teu futuro está mudo, mudo, mudo,
Não mais terás manhãs maravilhosas!

Entro agora, em silêncio, no teu quarto
Onde tudo ainda está como deixaste.
Para mim é difícil este parto,
– Rosa arrancada abruptamente d’haste...

Retratos espalhados pela cama,
O chinelo em que andavas sem alarde,
Lençóis bordados, bibelôs e a chama
De uma vela apagada que não arde.

Na penteadeira estojos de pintura,
Um livro de poesias que eu, um dia,
Te ofertei com carinho e com ternura...
(Eu dar poesias para uma Poesia!)

Tudo é teu e mais nada te pertence
Já que não mais estás aqui presente.
Por mais que eu me torture, chore, pense,
Para sempre estarás de mim ausente.

A tua cama desmontar iremos,
Teu quarto agora vai ficar vazio...
– eu barco não precisa mais de remos
Pois flutuando vai seguindo o rio...

Há frio na minh’alma, atra amargura,
Neste meu coração silêncio, tédio...
Sem ti a vida me será bem dura
E para a solidão – não há remédio...

Eu irei visitar tua morada
Mas tudo me será bem diferente:
Nada tu me dirás, ai, nada, nada,
O teu silêncio e fará presente.

Querida Amiga, nada mais existe
Do que a recordação... do que a Saudade
Que deixa o coração no peito triste
E triste fica cheio de ansiedade.

Não mais irei ouvir os teus conselhos;
Mas parece que vejo ainda teu rosto
Refletido no brilho dos espelhos
Onde te embelezavas com bom gosto.

Quando á tarde, Gounod, na Ave-Maria
Preludiar a noite em seus recamos,
Eu irei te escrever uma Poesia
Para o tempo lembrar que nos amamos...

E se tu, no Silêncio e na Quietude
Escutares meus versos, como prece,
Lembra de nossa linda juventude
E um beijo manda a quem jamais te esquece...

14.05.1986



Esio Antonio Pezzato



Gostou? Comente!!!

6 COMENTE AQUI:

Anônimo disse...

Esio Poeta, seus versos têm inspiração para dar, vender, emprestar. Ler seus versos é voar, viajar para plagas distantes. Ler seus versos é acariciar a alma.
Ana Luisa sempre sua fã.

Anônimo disse...

Bela homenagem, bem sei como é triste perder quem a gente ama.
Tania

Anônimo disse...

De todos os Blogs visitados por mim, esse é o que mais ensina como fazer versos de qualidade, sensibilidade e amor. Parabéns
Milena RJ

Anônimo disse...

Que maravilha, sonetos construídos com o coração e alma parabéns sr Pezzato
Reinaldo RO

Anônimo disse...

Passei por aqui, para ficar um minuto, mas seus sonetos são tão cativantes que acabei por ficar horas. Adriana Estevão SP

Anônimo disse...

bravo!!! poeta, meus aplausos
Jose Carlos SP

Minha Ana Maria e Sissi

Apresentação Poema "O Evangelho Segundo Judas Ish-Kiriot" Loja Maçônica Acácia Barbarense

ARQUIVO

PESQUISAR ESTE BLOG

..