BLOGGER TEMPLATES - TWITTER BACKGROUNDS »

1º PRÊMIO RECEBIDO DO VEJABLOG - MELHORES BLOGS DO BRASIL

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil BLOG ESIOPOETA

SEGUIDORES

ACESSOS

contador de acesso

ROMARIA PIRAPORA 2013 - ESIOPOETA E AMIGOS

CLIQUE PARA LER O NOVO LIVRO DE SONETOS DE ESIOPOETA- CONTEMPLAÇÃO

COQUETEL DE LANÇAMENTO DO LIVRO DE SONETOS APRENDIZ DA PALAVRA DO POETA ESIO

RECEBA ATUALIZAÇÕES NO SEU E-MAIL

Entre com seu e-mail:

Delivered by FeedBurner

26 de abril de 2013

Sonetos de Samantha Rios


História de um amor

Samantha Rios

Quando, longe de ti fico um instante,
Minh’alma quase morre de saudade,
Pois não consigo, amor, ficar distante,
Que o martírio sem fim meu peito invade.

Tua ausência, de forma anavalhante,
Sangra em meu coração sem ter piedade;
E assim sozinha, a passos vou errante,
Bater de encontro à angústia em férrea grade.

És meus passos na estrada a ser vencida!
E teu viver ao meu é necessário
Como o sol que alumia a nossa vida.

Mas se diverso é nosso itinerário,
A razão de meus dias é perdida,
E sonâmbula sigo atroz calvário.

22.05.1999


História de um amor
Samantha Rios

  
A minha História – ei-la num Livro enfim,
Versos prontos com tinta cor-de-rosa.
A inspiração pode chegar ao fim
– Já não preciso ser meticulosa.

Falem o que quiser... Falem de mim,
Mas da vida me sei toda orgulhosa.
Uns dirão: – sua história é bem ruim
Outros dirão: – tu és maravilhosa!

Meus versos enfeixados num volume
A outras mulheres vão causar ciúme
E a muitos homens vão causar desdém...

Porém, só quem viveu a sua História,
A mim darão a verdadeira glória
Pois eu soube contá-la muito bem.

21.08.1999

  
Êxtase
Samantha Rios

  
A força do desejo que me invade
É tão forte, tão rija, tão intensa,
Que meus gemidos saem como crença
Quando te prendo na perpétua grade

De um leito que nos traz felicidade
E traz o gozo como recompensa,
À batalha que nossos corpos prensa
No delírio do amor e da ansiedade.

São abraços, delírios sussurrantes,
Carnes frementes, músculos contraídos,
Rígidos nervos rubros, retesados...

Saliva misturada – e nós amantes
À imensidão dos sonhos vãos, perdidos,
Temos na lassidão – corpos arriados.

03.09.1999

0 COMENTE AQUI:

Minha Ana Maria e Sissi

Apresentação Poema "O Evangelho Segundo Judas Ish-Kiriot" Loja Maçônica Acácia Barbarense

ARQUIVO

PESQUISAR ESTE BLOG

..